PRÊMIO DE INOVAÇÃO COMUNITÁRIA

O Prêmio de Inovação Comunitária é uma iniciativa pioneira no setor social brasileiro, focado no financiamento de iniciativas informais (OPs) identificadas pela Rede de Lideranças da BrazilFoundation. Os objetivos deste prêmio são: democratizar acesso a recursos; testar a ideia de que organizações financiadas podem também ser financiadoras (além de executarem programas); incentivar protagonismo e liderança; criar um ecossistema que incentive a inovação e descoberta de novas tecnologias sociais. O Prêmio é co-patrocinado pela BrazilFoundation, responsável pelo investimento financeiro e pelas seguintes organizações Madrinhas – que são responsáveis pela identificação, monitoramento e mentoria das inciativas:

Organizações Madrinhas Participantes

Amapá

Associação Florescer, Tartarugalzinho, AP

Bahia

Associação Renascer Mulher, Salvador, BA
Instituto Cultural Pólen, BA
Quabales, Salvador, BA
THYDÊWÁ, Ilhéus, BA

Ceará

Associação Barraca da Amizade, Fortaleza, CE
ADEL – Agência de Desenvolvimento Econômico Local – Pentecostes, CE
ADETT – Associação de Desenvolvimento Tecnológico e Empreendedorismo de Tauá, Tauá, CE
APROARTI – Associação dos Produtores de Artesanato, Gestores Culturais e Artistas de Icó, Icó, CE
EPC Paramoti, Paramoti, CE
Instituto Coração de Estudante, Fortaleza, CE

Distrito Federal

IFC – Instituto de Fiscalização e Controle, Brasília, DF

Espirito Santo

Associação Ateliê de Ideias, Vitoria, ES

Minas Gerais

APARU – Associação dos Paraplégicos de Uberlândia, Uberlândia, MG
CAV – Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica, Turmalina, MG

Mato Grosso do Sul

AMINA – Associação de Mulheres Independentes na Ativa, Anastácio, MS
IPEDI – Instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural, Três Lagoas, MS
INSTITUTO LUTHER KING, Ensino, Pesquisa e Ação Afirmativa, Campo Grande, MS

Pará

Instituto Transformance, Marabá, PA
MMNEPA – Movimento de Mulheres do Nordeste Paraense, Capanema, PA

Paraíba

CEPFS, Teixeira, PB

Paraná

Associação Fenix, Curitiba, PR

Pernambuco

Associação da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú, Afogados da Ingazeira, PE
Instituição Plano B, Jaboatão dos Guararapes, PE
Instituto Cultural Pólen, PE

Rio de Janeiro

Casa de Santa Ana, Cidade de Deus, Rio de Janeiro, RJ
Associação Casa Dharma, Rio de Janeiro, RJ
Grupo Sócio-Cultural Código, Japeri, RJ
Instituto Cultural Pólen, Triagem, Rio de Janeiro, RJ
Observatório de Favelas do Rio de Janeiro, Maré, Rio de Janeiro, RJ
Orquestra de Cordas da Grota, Niterói, RJ
Teatro do Sopro, Rio de Janeiro, RJ
Voz das Comunidades, Complexo do Alemão, Rio de Janeiro, RJ

Rio Grande do Sul

ONG Mulher em Construção, Porto Alegre, RS
Instituto Sementes ao Vento, Porto Alegre, RS

Sergipe

IPTI – Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação, Santa Luiza do Itanhy, SE

São Paulo

Associação Lua Nova, Sorocaba, SP
Associação Cultural Filhos da Corrente, Grajaú, São Paulo, SP
Aliança Empreendedora, São Paulo, SP
Centro de Arte e Promoção Social do Grajau, São Paulo, SP
Gastromotiva, São Paulo, SP
IBEAC – Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário, São Paulo, SP

O que são OPs?

São iniciativas informais, que não possuem CNPJs. Não são Associações, nem Institutos, nem Cooperativas.

OP significa, carinhosamente, “Outra Parada”

Organizações da rede de parceiros da BrazilFoundation foram convidadas a se inscreverem como “Organizações Madrinhas” e identificar iniciativas em seus respectivos territórios e áreas de atuação que:

1. Gerem resultados para além dos indivíduos proponentes e suas famílias;

2. Respondam de forma clara a um determinado tipo de problema social;

3. Estimulem Protagonismo e Liderança;

4. Incentivem a descoberta e teste de novas abordagens e tecnologias sociais.

40 organizações em 15 estados aderiram. Cada Madrinha pode inscrever ate 5 iniciativas, e não mais do que 3 serão financiadas.

Financiamento

O Financiamento para essas iniciativas informais, individuais ou coletivas, será de até R$5 mil. Iniciativas que apresentarem valores superiores serão desclassificadas.

Indivíduos ou grupos proponentes precisam se inscrever via uma das Organizações Madrinhas listadas acima. As Organizações Madrinhas, além de identificarem iniciativas junto ao público alvo ou nos territórios onde atuam, serão responsáveis pelo repasse dos recursos, monitoramento das iniciativas, bem como pelo apoio e mentoria.

Não podem se Inscrever

Ficam excluídas da premiação iniciativas vinculadas a partidos políticos; instituições com fins religiosos; sindicatos; ou orientados EXCLUSIVAMENTE para: pesquisas; viagens e congressos; eventos; obras/reformas; publicações; compra de material/equipamento; mensalidades; bolsa de estudo.

Processo de Seleção

1. Entrar em contato com uma das Organizações Madrinhas acima em seu território de atuação.

2. Inscrições: deverão ser feitas através do formulário online no final desta página, até dia 30 de novembro.

3. Análise das Propostas: será feita no período de Dezembro de 2015 e Janeiro de 2016. A equipe da BrazilFoundation não irá conduzir visitas de campo ou entrevistas com os indivíduos proponentes, as mesmas serão feitas pelas organizações madrinhas.

4. Votação: será feita na semana de 15 de fevereiro, por uma banca composta por um coordenador de cada Organização Madrinha, junto com a equipe programática da BrazilFoundation.

5. Divulgação dos Resultados: será feito no site da BrazilFoundation  no dia 22 de fevereiro de 2016.

6. Liberação dos recursos: a partir de 1 de março de 2016.

Monitoramento e Prestação de Contas

Iniciativas selecionadas devem ter duração máxima de três meses, entre Março e Maio de 2016. Pelo menos R$500 devem ser alocados para registro fotográfico e/ou em vídeo das iniciativas realizadas. O prazo para envio do relatório para organizações madrinhas é até 27 de Maio. As Organizações Madrinhas por sua vez encaminharão os relatórios para a BrazilFoundation consolidar os resultados.

Premiação

Os resultados serão compartilhados e as melhores iniciativas irão concorrer ao Prêmio de Inovação Comunitária, com escolha por meio de voto popular na segunda quinzena de junho de 2016. Os 3 (três) primeiros colocados terão acesso a integrar a Rede de Lideranças da BrazilFoundation e participarão dos workshops de capacitação em junho de 2016. Dois representantes da iniciativa com mais votos ganharão uma viagem para NY ou Miami, junto a um representante da Organização Madrinha, para compartilhar experiências e receber a premiação durante o Jantar de Gala da BrazilFoundation.