Local Careiro Castanho, AM
Apoiado em 2014
Áreas atendidas Desenvolvimento Socioeconômico

Tupana – Lendas, Madeira, Palha – Memória

Memória, interação e geração de renda em comunidade ribeirinha no Rio Tupana, AM

O Instituto Capobianco nasceu em 1998, em São Paulo, com objetivo de promover a cultura, a defesa do patrimônio histórico e artístico e o desenvolvimento sustentável local. A comunidade de Santa Izabel, no Amazonas, fica no município de Careiro Castanho, a 102 Km de Manaus, às margens do Rio Tupana. Nesta região, a floresta ainda não sofreu o impacto da devastação; e é muito rica em madeira, frutos e animais silvestres. Porém, a produção artesanal local ainda é pequena e desestruturada, perdendo espaço para os produtos industrializados vendidos na cidade.

O Instituto cria um modelo de empreendimento artesanal, que visa formar 21 artesãos locais em produção e comercialização de produtos a partir da confecção da palha do babaçu e de esculturas de madeira. O objetivo é promover o resgate cultural, a valorização da identidade cultural local e da atividade do artesão.

Com o apoio da BrazilFoundation o projeto pretende:

• Criar infraestrutura apropriada para produção artesanal coletiva;
• Fortalecer o grupo de artesãos e atrair novos membros;
• Estabelecer parcerias de comercialização, promoção/divulgação dos produtos;
• Lançar website para venda dos produtos artesanais;
• Promover o intercâmbio entre gerações.

Impacto

Formação de 21 artesãos na produção e comercialização de produtos
Valorização da memória e da identidade cultural local
Promover a geração de trabalho e renda

“A gente acredita na troca de saberes, em diferentes modos de construir e habitar o mundo, na sensibilização, conscientização e na transformação das pessoas.” – Thiago Azambuja, coordenador do projeto

Fotos @brazilfound on instagram