Local Brasilia, DF
Apoiado em 2017
Áreas atendidas Direitos Humanos e Participação Cívica

Fortalecimento Comunitário de Mulheres em Tempos de Zika

Acesso à direitos, informação e proteção social a mulheres grávidas e mães de bebês com a síndrome congênita do zika vírus

A epidemia da síndrome congênita do zika vírus em recém-nascidos, conjunto de sintomas graves que bebês de mães infectadas manifestam ao nascer, está concentrada em comunidades de baixa renda e rurais, e cidades no interior da Paraíba, Alagoas e Pernambuco são as mais afetadas. Mulheres vivendo em condições de saneamento precárias têm maior risco de contrair o zika vírus. As moradias contribuem para a proliferação de doenças transmitidas por mosquitos, o acesso escasso à informação e serviços de saúde prejudicam a prevenção e o tratamento e muitas mulheres têm poucos recursos para o cuidado do bebê.

Desde 1999, a Anis atua na pesquisa e defesa dos direitos humanos em temas sensíveis como direitos sexuais e reprodutivos, saúde mental, violências e sistema penal. Por meio de pesquisa, advocacy, comunicação e formação de lideranças, busca promover igualdade, cidadania e justiça social. O projeto propõe o acesso à informação e vai estimular a formação de associações de mulheres e mães de crianças com a síndrome.

Com o apoio da BrazilFoundation, a Anis vai realizar:

• Oficinas sobre proteção social e deficiência, saúde sexual e reprodutiva com mulheres grávidas e sob risco de infecção, mães de crianças afetadas e grupos locais de mulheres;
• Esclarecimento sobre direitos e necessidades em saúde e benefícios sociais por meio do whatsapp com mães de crianças com a síndrome de todo o Brasil;
• Produção e distribuição de cartilhas com informações em linguagem acessível sobre a epidemia, necessidades e direitos em saúde e proteção social;
• Garantia de assessoria jurídica básica para a criação de uma associação.

Impacto

Garantir direitos às mulheres e crianças afetadas pelo zika vírus
50 famílias com acesso à saúde e proteção social
Engajamento comunitário de mulheres das regiões mais afetadas pela epidemia

“A epidemia do vírus zika trouxe o debate sobre a necessidade de acesso à informação sobre saúde sexual e reprodutiva e políticas mais fortes de proteção social para mulheres e crianças com deficiência.” – Debora Diniz, Anis

Fotos @brazilfound on instagram