Saúde

Embora o setor de saúde tenha apresentado relevantes evoluções nos últimos anos no Brasil, a infraestrutura ainda é precária, especialmente nas regiões norte e nordeste do país. O cenário indica que estamos longe de alcançar uma real democratização dos serviços de saúde, com cobertura universal e acesso integral. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Brasil tem 17,6 médicos para cada 10 mil habitantes. O número é inferior à média da OMS e representa a metade da oferta de profissionais na Europa. Por este motivo, o fomento a organizações sociais voltadas para o tema é muito importante.

Investimos em tecnologias sociais inovadoras de acesso à saúde e prevenção de doenças, bem como no fortalecimento e escala de práticas exitosas.

Organizações apoiadas