Saúde

Apesar de ter um dos maiores sistemas públicos de saúde do mundo, o setor no Brasil é frágil e está longe de ser democrático. Nas áreas rurais, especialmente no norte e no nordeste do país, a infraestrutura de saúde é ainda mais precária, carente de serviços e até de médicos. A má formação dos profissionais, as condições inseguras de trabalho e a violência obstétrica, aliada à precariedade habitacional e aos problemas de saneamento público para a população em geral, são apenas alguns dos fatores que dificultam o acesso a cuidados de saúde adequados. O fomento a organizações sociais voltadas para a melhoria e evolução desse tema é muito importante.

Investimos em iniciativas que trabalham para promoção do bem-estar, prevenção de doenças e acidentes, acesso democrático à saúde, fortalecimento e escala de práticas exitosas.

Organizações apoiadas