Dispositivos de acesso, alarmes, catracas, câmeras e um show de dança, acrobacia e teatro num galpão na zona portuária do Rio de Janeiro. Dois mundos que aparentemente não dialogam, certo? Errado. No Galpão Aplauso, que oferece cursos de serralheria, marcenaria, estocagem e trabalho em altura, as habilidades técnicas e criativas são trabalhadas de forma integrada.

No último dia 10, mais de 40 jovens estiveram presentes no debate “Qualificação Profissional de Jovens e Acesso ao Mercado de Trabalho”. O encontro inaugurou a parceria entre a TYCO, empresa de produtos de segurança eletrônica, a BrazilFoundation, que mobiliza recursos para ideias e ações que transformam o Brasil, e o Galpão Aplauso, que, juntos, buscam unir as habilidades de jovens millenium desenvolvendo competências técnicas e oportunidades de empreender na a área de segurança eletrônica, setor que cresce cada vez mais no país.

“Hoje, precisamos criar novos modelos de parceria que promovam caminhos mais eficazes de acesso de jovens de comunidades de baixa renda ao mercado de trabalho. Precisamos integrar os olhares das organizações sociais, empresas e dos próprios jovens que tem aptidões específicas, sonhos e necessidades”, afirmou Mônica de Roure, Vice Presidente da BrazilFoundation, na abertura do evento.

Carlos Pereira, da Tyco, comentou sobre o cenário atual. Para ele, “aumento da necessidade de segurança em residências, empresas e eventos de entretenimento na cidade, junto com a falta pessoal técnico qualificado na área, tem gerado dificuldades para as empresas que precisam montar suas equipes”. Por isso, a Tyco resolveu investir em qualificar jovens profissionais de forma específica, afirmou ele, empolgado com as melhorias propostas para a quarta edição do curso que já acontece há dois anos e que, a cada edição, insere 25% de jovens no mercado de trabalho. “Às vezes, temos que segurar o jovem em sala, pois as empresas clientes (que chamamos integradoras) querem levá-lo antes de terminar o curso”, diz ele.

Carlos Pereira, Lucas Lopes, Andre Balocco e Leona Forman

Carlos Pereira, Lucas Lopes, Andre Balocco e Leona Forman

Os jovens que participaram do curso ainda não foram selecionados, mas, só neste primeiro encontro, 27 já preencheram as fichas de pré-inscrição. “Ficamos felizes em poder promover essa parceria que vai gerar tantas oportunidades e desenvolver novos talentos. O Rio de Janeiro precisa investir na profissionalização de jovens”, aponta Leona Forman, fundadora da BrazilFoundation e do Fundo Carioca, iniciativa focada na qualificação para jovens do Rio.

Equipe Tyco, Brazil Foundation e Galpão Aplauso e palestrantes.

Equipe Tyco, Brazil Foundation e Galpão Aplauso e palestrantes.

Lucas Lopes, um dos palestrantes, é um exemplo de jovem empreendedor que aos 23 anos abriu uma empresa prestadora de serviços de instalação de equipamentos após ter concluído a terceira turma do curso: “O curso me ajudou muito. Aprendi a montar sistemas de acesso e gravação de imagens, visitei empresas e fiz uma formação gratuita excelente que não existe no mercado. Quem estuda e se esforça sai apto a trabalhar em qualquer empresa do ramo”, afirma ele.

E cada vez mais mulheres estão ganhando posições na área. Um exemplo é Juliana Alves da Silva, jovem moradora da comunidade do Santa Marta e que já participou desta formação, compartilhou sua trajetória desde a contratação inicial como auxiliar na TYCO até o desafio atual de organizar os eventos de showroom de produtos para empresas clientes. “O número de mulheres na área de segurança eletrônica só tem a crescer. Na minha turma eram apenas duas, mas o número cresceu mais de 50% nas turmas seguintes.

Para Ivonette Albuquerque, que fundou o Galpão Aplauso há 10 anos, o mais importante não é quantos certificados serão oferecidos ao final do curso, mas quantos empregos serão criados. “A ideia do Galpão é oferecer uma formação integral que tem como base metodológica valores e virtudes aliada as atitudes interpessoais e criativas e habilidades técnicas. O sucesso do curso é ver os alunos poderem escolher oportunidades ao final.”

O período e o local para as inscrições no curso de Segurança Eletrônica será divulgado no site e redes sociais da BrazilFoundation e dos parceiros.

Sobre o Galpão Aplauso
Com dez anos de experiência na área cultural, industrial e administrativa, forma jovens para trabalho de produção artística, cenografia, além de ter cursos de artes, circo, teatro e música. Atua na área de solda e marcenaria, que oferecem vagas na área industrial da cidade, próximas ao Galpão que fica no Santo Cristo. Treina jovens para trabalho em altura (estocagem de inventario de grandes lojas etc.). Tem apoio da Petrobras, BID e Prefeitura.

Sobre a Tyco: A Tyco é uma empresa global, provedora de soluções de segurança eletrônica e proteção contra incêndio. Oferece soluções tecnológicas são de importância vital para clientes em quase 60 países. Conta com mais de 69 mil profissionais, trabalhando para ser a primeira escolha das empresas em todos os mercados – governos, instituições financeiras, acadêmicas, comércios, indústrias e residências.

Sobre a BrazilFoundation: A BrazilFoundation mobiliza recursos para ideias e ações que transformam o Brasil. Trabalham com líderes e organizações locais e uma rede global de apoiadores para promover igualdade, justiça e oportunidades para todos os brasileiros.