Ellen Johnson Sirleaf e Leymah Gbowee, ambas liberianas, e Tawakkul Karman, do Iêmen, venceu o Prêmio Nobel da Paz de 2011, conforme anunciou nesta sexta-feira o comitê Instituto Norueguês do Nobel, que entrega o prêmio, em Oslo, na Noruega.

O prêmio foi concedido a elas por “sua luta não violenta pela segurança e pelos direitos das mulheres na participação do processo da construção da paz”.

Leia o artigo na íntegra, clique aqui

 

Fonte: Folha de São Paulo